http://bloghosting.uol.com.br/advedtform.html?path=/&filename=template_blog.html Catequistaspontocom - UOL Blog
UOL
alberto
Meu Perfil
BRASIL, Sul, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Italian, Livros, Viagens
MSN -



Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     Catequese
     Diocese Caxias do Sul
     Catequista Angela/PR
     biblia católica
     Catolicanet
     Vaticano
     CNBB
     Paroquias
     Canção Nova
     Comunidade Oasis
     Pastoral da Crisma
     Anjos do resgate
     Minha pasta Mais
     Blog Silvanety
     Catequista Thai Nascimento
     Twitter Anjos Catequistas
     Meu twitter
     Grupo Filhos do Céu
     Blog da Deise - SP
     Blog da Imaculada - Franca-SP
     Minha página no Facebook
     Jornal Lourdes - Caxias do Sul
     Blog da Cátia - São Paulo


     
    Catequistaspontocom


    Nao peneire o grão em qualquer vento, nem siga por qualquer direção. Seja constante no modo de pensar e coerente na maneira de falar. Esteja pronto para ouvir e lento para dar a resposta. Se você for capaz, responda a seu próximo; se não for, fiquei calado. Falar pode trazer honra ou desonra, e a língua do homem é sua ruína" ( Eclesiástico 6)



    Escrito por Meneguzzi às 20h37
    [] [envie esta mensagem] []



    www.facebook.com/albertomeneguzzi



    Escrito por Meneguzzi às 20h35
    [] [envie esta mensagem] []



    Recados de catequistas de todo o Brasil

    Alberto Obrigada por sua presença em min ha vida, você é um anjo que Deus mandou. Suas palavras me dão força para cumprir o que Deus espera de mim, me dão animo e me fazem ver que posso fazer a diferença! Um grande abraço a você meu amigo e muito obrigada por ser presença de Deus em minha vida.
    Andréia | anizab@ig.com.br | Taubaté SP |  30/07/2011 15:17

    Andréia, sou apenas um instrumento nas mãos de Deus. É ele através de mim. É ele através de você. Seu recado me deixa mais animado e motivado. O blog é um instrumento de partilha e crescimento mútuo. Que bom saber que você acessa. Estamos juntos nesta missão. Beijos no seu coração ( Alberto Meneguzzi)



    Escrito por Meneguzzi às 22h00
    [] [envie esta mensagem] []



    Cada dia amo mais e mais a minha missão

    "....Participei de um encontro de formação na tarde deste sábado. Foi um encontro de fé, oração, partilha, leitura bíblica e envio. Estávamos em 20 pessoas. Aqui em Caxias, frio novamente, tempo nublado e com neblina, dia típico para não sair de casa.No próximo final de semana, estes 20 e mais alguns, deixarão suas casas, suas vidas pessoais e até a folga de domingo ou sábado, para trabalhar para 150 jovens de duas paróquias. É um encontro que denominamos de kerigma. Fazem dois anos que idealizamos este tipo de encontro, destinados a jovens que estão na crisma. São dois dias de encontro. Do sábado, ás 7h30min até domingo, por volta das 20h quando acaba a missa de chegada e entrega. Na noite de sábado, todos voltam para suas casas e no domingo, todos voltam para o lugar do encontro. É estafante, desgastante e cansativo para quem trabalha. Mas é reevangelizador também. Adoro estes encontros. Cresci participando deles. Hoje, meu papel é outro. Arregaço as mangas, e trabalho. E, assim como eu, outras pessoas também trabalham. Tudo pelo amor a catequese, a Igreja e a sua missão de evangelizar. Sendo palestrante ou não, servir é ótimo. Ver, no final, a alegria e o brilho nos olhos desses jovens, é um presente e tanto que Deus nos dá.

    No encontro de formação de hoje, o Padre Ezequiel falou do quanto é importante espalharmos a palavra de Deus e as graças que Ele nos dá. Uma evangelização pessoal, íntima, sem entrega ou partilha, que utilidade tem¿ Precisamos do encontro, disse o Padre Ezequiel. “ A igreja fala muito do encontro. O documento de Aparecida fala tantas vezes nisso. O encontro com Jesus precisa ser transformador. E, se assim for, ele não pode ficar apenas com a gente. Precisamos fazer com que outros também se deparem com este encontro e, a partir dele, transformem não apenas as próprias vidas, mas vida de outros.” Palavras do Padre Ezequiel Dal Pozzo, que tem feito através da música e de suas palestras, que muitas pessoas se encontrem com o Pai do céu e depois, espalhem para os outros a verdade e a felicidade de encontrar a Deus.

    O encontro de hoje foi de partilha, de crescimento conjunto. É bom encontrar pessoas que estão na mesma caminhada. A gente se encoraja junto, se anima, se motiva, se fortalece e assim, continua a missão. A oração nos instiga e o estudo da palavra nos prepara ainda mais para a missão que não é nada fácil.

    Não consigo imaginar a minha vida sem esta missão. Sinto-me um instrumento, a cada dia. Deus me usa através da minha profissão e quer cada vez mais de mim.E eu, me sinto cada vez mais empolgado a anunciar o seu projeto. E quando encontro outras pessoas que também estão sendo chamadas para a missão, e gente se encontra e abraça, e reza junto, sinto-me tomado de uma coragem ainda maior.Por isso, no final de semana que vem, dias 06 e 07 de agosto, largarei tudo para dar a minha contribuição para que outros corações sintam aquilo que sinto diariamente, desde os meus 16 anos, quando descobri o verdadeiro amor de Cristo e depois, foi lapidando este amor e descobrindo minha verdadeira missão.

    Sozinhos, não somos nada. Não dá para caminhar sozinho com as coisas do Pai. Não dá para evangelizar sem apoio de ninguém. No meio de outros, que também sofrem, buscam , lutam, se alegram e querem um mundo diferente, tudo se torna mais fácil. Deus me ama de forma incondicional e por isso, coloca sempre outras pessoas para caminhar juntos....." ( Alberto Meneguzzi)

    www.facebook.com/albertomeneguzzi



    Escrito por Meneguzzi às 21h56
    [] [envie esta mensagem] []



    Olá, bem- vindo ao meu blog. Este espaço pertence a um catequista apaixonado pela missão. Um catequista que ama ser catequista e que apesar das dificuldades, está presente na sua missão há mais de 30 anos. Este espaço é  de um catequista vocacionado. Sim, para ser catequista, é preciso vocação e não apenas boa vontade. Lembro: este blog pertence a um catequista que ama ser catequista, que ama a sua Igreja e que entende a sua missão como algo importante para divulgação do projeto de Deus.

    Então, seja bem-vindo. Você encontrará aqui, depoimentos pessoais, textos que saem do coração de um cara apaixonado pela missão. Não tenho fórmulas prontas. Entre, fique à vontade, leia o que achar interessante e deguste esta minha paixão e faça de suas ações, também ações apaixonadas e missionárias. Aqui você encontrará conteúdos elaborados e postados, por um catequista vocacionado, e depoimentos de muitos outros catequistas apaixonados, que atuam por esse Brasilzão de Deus. Sou daqueles que não quer mais ficar fazendo a mesmice e busca constantamente avançar para águas mais profundas!

    Entre, seja bem-vindo, e que Deus abençoe a sua missão! E lembre-se: um catequista precisa incomodar!



    Escrito por Meneguzzi às 15h34
    [] [envie esta mensagem] []



    "Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e perdi tudo; mas tudo que que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo.Martin Luther King





    Escrito por Meneguzzi às 11h34
    [] [envie esta mensagem] []



    Oração ao Anjo da Guarda

    Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, guarda, governa e ilumina. Amém.



    Escrito por Meneguzzi às 20h02
    [] [envie esta mensagem] []



    Revolução da alma

    Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue a sua alegria, a sua paz, a sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém. Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja. A razão de ser da sua vida é você mesmo. A sua paz interior deve ser a sua meta de vida; quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda falta algo, mesmo tendo tudo, remeta o seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe dentro de si. Pare de procurar a sua felicidade cada dia mais longe.

    Não tenha objetivos longe demais das suas mãos, abrace aqueles que estão ao seu alcance hoje. Se está desesperado devido a problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque no seu interior a resposta para se acalmar, você é reflexo do que pensa diariamente. Pare de pensar mal de si mesmo, e seja o seu próprio melhor amigo, sempre. Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso de aprovação para o mundo, que tem o melhor para lhe oferecer. Com um sorriso, as pessoas terão melhor impressão sua, e você estará afirmando para si mesmo, que está "pronto"para ser feliz. Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.

    Pare de esperar que a felicidade chegue sem trabalho. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda. Agradeça tudo aquilo que está na sua vida, neste momento, incluindo nessa gratidão, a dor. A nossa compreensão do universo ainda é muito pequena, para julgarmos o que quer que seja na nossa vida. ( Aristóteles)



    Escrito por Meneguzzi às 19h48
    [] [envie esta mensagem] []



    Falando de Amor

    A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. É o mais independente. Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades. Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto no exato ponto em que foi interrompido. Afinidade é não haver tempo mediando a vida. É uma vitória do adivinhado sobre o real. Do subjetivo para o objetivo. Do permanente sobre o passageiro. Do básico sobre o superficial. Ter afinidade é muito raro. Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas. O que você tem dificuldade de expressar a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem você tem afinidade. Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem ou mobilizam.

     É ficar conversando sem trocar palavras. É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento. Afinidade é sentir com. Nem sentir contra, nem sentir para, nem sentir por, nem sentir pelo. Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado. Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios. Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber. É mais calar do que falar, ou, quando é falar, jamais explicar: apenas afirmar. Afinidade é jamais sentir por. Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo. Mas quem sente com, avalia sem se contaminar.

    Compreende sem ocupar o lugar do outro. Aceita para poder questionar. Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar. Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças. É conversar no silêncio, tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidade vividas. Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram. Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida, para que a maturação comum pudesse se dar. E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado. ( Artur da Távola)



    Escrito por Meneguzzi às 19h43
    [] [envie esta mensagem] []



    Todas as terças, ouça a minha crônica na Rádio Mãe De Deus FM 107,9 de Caxias do SulTodas as terças, às 6h55min. Fiquei muito honrado com o convite e faço questão de deixar a minha contribuição para evangelizar e espalhar pelo ar uma mensagem diferente!

    Conheça mais sobre a emissora e também sobre a Comunidade Oásis através do site www.comunidadeoasis.org.br



    Escrito por Meneguzzi às 09h28
    [] [envie esta mensagem] []



    Minhas dicas de livro para catequistas e lideranças católicas. Fiz o meu ranchinho de livros nesta sexta-feira, 22 de julho, na livraria Paulus de Caxias do Sul. Vamos aos livros que comprei. Alguns, já iniciei a leitura. O primeiro deles é  " Os apóstolos e os primeiros discípulos de Cristo nas origens da Igreja", de Bento XVI.  O segundo é "A arte de ser discípulo", de Amedeu Cencini. E por último,  uma dica interessante para tirarmos nossas dúvidas: " Reencarnação ou ressurreição, uma decisão de fé", de Renold J. Blank



    Escrito por Meneguzzi às 09h24
    [] [envie esta mensagem] []



    Sejamos pró-ativos, pelo amor de Deus!

    Continuo insistindo que é preciso uma mudança de postura dos catequistas.  Nós catequista somos muito resmungões, vivemos lamentando tudo.  Quando alguma coisa não dá certo, insistimos na reclamação e desanimamos com uma facilidade espantosa.  Precisamos de catequistas pró-ativos. Esta tem sido a palavra do momento no mundo do trabalho e nas grandes corporações. Pró-atividade é a palavra-chave. A turminha que faz emebiei adora dizer para os outros que eles precisam ser pró-ativos se quiserem galgar postos maiores. O mundo corporativo é cruel. Vou usar a palavrinha mágica que  muitos dos  novos chefinhos espalhados nas empresas por aí usam para com seus subordinados. Sejamos pró-ativos.

    Um catequista pró-ativo faz do limão uma limonada e extrai do erro um grande aprendizado. Não fica lamentando pelos cantos, faz as coisas acontecerem de outra forma no momento seguinte. Arregaça as mangas e trabalha, busca novos desafios, corrige erros, remonta rumos e segue o barco em busca de águas mais profundas.

    O catequista pró-ativo sabe que a fila anda e não fica choramingando. Por isso insisto que catequese para ser boa precisa de catequistas engajados e convertidos. Caso contrário,  o que é para ser missão, torna-se  aulinha, cursinho,  um simples encontro semanal, sem alma, sem transformação, na base do oba-oba, à toa, sem vida.

    Conversão significa renúncia, mudança de postura,  seguimento de caminhos diferentes destes que o mundo anda oferecendo. Significa abrir mão das coisas mundanas. Catequista convertido age de forma diferente consigo mesmo, com sua família, no  trabalho  e na sua comunidade. Acima de tudo, o catequista convertido é um otimista com as coisas de Deus e sabe que o caminho que escolheu, não é um caminho fácil, mas sim, sinuoso, pedregoso, cheio de contratempos.

    Claro, os não convertidos, aqueles que foram convidados e aceitaram o convite e não sabem ao certo o que estão fazendo, irão desistir fácil. Na primeira pedra que encontrarem no caminho, desejarão ficar em casa, afinal de contas, para que mais uma preocupação na vida

    Precisamos ser catequistas pró-ativos, daqueles que encaram a missão como algo sério e trabalham para o reino do Pai com zelo, coragem, disposição e  interesse. O catequista pró-ativo sabe que ninguém lhe prometeu facilidades e se mostra disposto a encarar as agruras da caminhada. Não vai desistir no primeiro percalço.

    Desculpem-me a dureza das palavras que virão a seguir. Estou cansado de católico meia-tijela, daqueles que só fazem número nas pesquisas do IBEG. O católico meia-tijela é o mesmo que vai à missa no domingo e depois, freqüenta o centro espírita na segunda-feira para buscar um ‘passe’. O católico meia-tijela não participa da comunidade, reclama dos padres, do tempo de duração da catequese,  pois tudo para ele é motivo de crítica, mas da crítica destrutiva. Mas  ele continua se dizendo católico.

    A Igreja não precisa de católicos assim e muito menos de catequistas meia-tijelas. Precisamos de gente pró-ativa e convertida.

    Se não for assim, na base da conversão e do entendimento real de que o projeto de Deus é sério e perigoso, e por assim ser, necessita de gente corajosa e convertida,  o que é para ser missão se tornará tarefa comum, para cristãos comuns. E sendo comum, fazendo tarefas que todo mundo faz, torna-se muito mais difícil tocar outros corações e transformar o mundo com pequenas ações de discipulado.

    Seja um pró-ativo convertido. Se não for assim,  você será mais um da turminha do emebiei que tem o diploma da mão, mas que não entende bulhufas do verdadeiro projeto de Deus. ( Alberto Meneguzzi)



    Escrito por Meneguzzi às 12h28
    [] [envie esta mensagem] []



    Dia 20 de julho, dia do amigo.

    Obrigado ao meu amigo verdadeiro, presente da minha vida sempre e que jamais me abandonou.



    Escrito por Meneguzzi às 16h17
    [] [envie esta mensagem] []



    Há tempo para tudo....



    Escrito por Meneguzzi às 16h11
    [] [envie esta mensagem] []



    Que tipo de terreno eu sou?

    Naquele dia, Jesus saiu de casa e sentou-se à beira-mar. Uma grande multidão ajuntou-se em seu redor. Ele entrou num barco e sentou-se ali, enquanto a multidão ficava de pé, na praia. Ele falou-lhes muitas coisas em parábolas, dizendo: "O semeador saiu para semear. Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os pássaros vieram e as comeram. Outras caíram em terreno cheio de pedras, onde não havia muita terra. Logo brotaram, porque a terra não era profunda. Mas, quando o sol saiu, ficaram queimadas e, como não tinham raiz, secaram. Outras caíram no meio dos espinhos, que cresceram sufocando as sementes. Outras caíram em terra boa e produziram fruto: uma cem, outra sessenta, outra trinta. Quem tem ouvidos, ouça!"



    Escrito por Meneguzzi às 16h06
    [] [envie esta mensagem] []



     Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
    Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
    Se achar que precisa voltar, volte!
    Se perceber que precisa seguir, siga!
    Se estiver tudo errado, comece novamente.
    ...
    Se estiver tudo certo, continue.
    Se sentir saudades, mate-a.
    Se perder um amor, não se perca!
    Se o achar, segure-o! ( Fernando Pessoa)



    Escrito por Meneguzzi às 21h06
    [] [envie esta mensagem] []



    O essencial na fé é o encantamento pelo Projeto de Jesus. Encantamento. Adoro esta palavra. Encantar-se pelas coisas de Deus é essencial para quem deseja seguí-lo e, mais do que isso, passar para outros os ensinamentos do Pai. Catequista que não possui encantamento pela missão, não passa de um tarefeiro!



    Escrito por Meneguzzi às 11h16
    [] [envie esta mensagem] []



    www.facebook.com/albertomeneguzzi



    Escrito por Meneguzzi às 20h15
    [] [envie esta mensagem] []



    Se você entrou nesse blog, algum motivo muito especial existe. Eu e você, sabemos qual é. Por isso, reze comigo, para que tenhamos mais operários para trabalhar por esse projeto DIFERENTE, que é o PROJETO DE DEUS. Estamos juntos nessa. Deixe um comentário neste blog, para que possamos nos conhecer e rezar um pelos outros!



    Escrito por Meneguzzi às 20h15
    [] [envie esta mensagem] []



            

         

    Mas quando mostro estas imagens nas minhas palestras e peço que as crianças e jovens presentes, identifiquem cada personagem, poucos se manifestam. Conhecem a imagem de Jesus, mas falam baixinho. Os demais, Gandhi, Martin Luther Kink e Madre Teresa, quase nem são reconhecidos por eles. Nem de longe a euforia que eles manifestam quando se deparam com as figuras dos personagens do quadro abaixo neste blog. Sinais dos tempos, sinais do efeito da propaganda na cabeça destas crianças e jovens. Sinais da ausência dos pais na educação religiosa dos filhos.



    Escrito por Meneguzzi às 20h06
    [] [envie esta mensagem] []



             

          

    Nas palestras que eu faço, num momento, eu mostro estas imagens e peço que elas sejam identificadas pelas crianças que estão presentes no encontro. Todas, sem excessão, em voz alta, identificam cada um dos personagens. Justin Bieber, amy winehouse, Luan Santana e Ronaldo, o palhaço símbolo do McDonald's. A marca do McDonald's chega a gerar euforia na criançada. E quando pergunto se o Mc é bom, eles gritam: " É BOOOOOMM!" E quando pergunto quem os leva para comer McDonald"s, eles apontam de forma rápida para os pais que estão juntos deles. Um momento surreal. Os pais, antecipando o que estã por vir na palestra, parecem ficar um pouco envergonhados com a maneira com que seus filhos identificam, seguem, sabem as músicas e admiram tais personagens, alguns desconhecidos inclusive pelos próprios pais.



    Escrito por Meneguzzi às 19h59
    [] [envie esta mensagem] []




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]